Cookies nos ajudam a fornecer o nosso serviço. Ao usar esse site, você concorda com o uso de cookies. Nós não armazenamos nenhuma informação pessoal. Saiba mais.

Imprensa / Notícias sobre produtos e serviços / Especialista fala sobre a relação entre baixa e alta pressão no processo de perfuração do solo

Especialista fala sobre a relação entre baixa e alta pressão no processo de perfuração do solo

2011-02-25

Convidamos um dos maiores especialistas do setor de perfuração de solo para falar sobre o assunto: Neidyr Cury Neto, Geotechnical Engineering da Atlas Copco para a América Latina.

Atlas Copco Brazil - Neidyr Cury Neto - Geotechnical Engineering 201101
Segundo Neidyr, "A possibilidade de escolher a pressão de trabalho traz como benefício a execução de uma estaca em rocha com qualidade superior, atendendo exatamente às demandas de projeto sem perda de produtividade.
São mais metros perfurados no final do dia sem comprometimento da segurança da obra e com os custos dentro do planejado”.

Atlas Copco Brazil - Use of compressor dual pressure 201101
Na execução de uma estaca profunda, por exemplo, a densidade da rocha pode variar conforme a profundidade.
“Os primeiros metros podem estar em rocha fraturada ou intemperizada, na qual a alta pressão pode ser prejudicial para a própria estaca, bem como para o ferramental de perfuração”, exemplifica Neydir.
“É neste momento que a baixa pressão é necessária para manter o diâmetro da estaca conforme projeto, evitar desvios ou "comunicações" com as estacas próximas”, esclarece. No entanto, o uso de um compressor de pressão mais baixa dificultaria a perfuração em níveis mais profundos da rocha, o que obrigava as empresas a optar por equipamentos de maior pressão, mesmo que com o risco de prejudicar o trabalho na fase inicial.
“Depois de vencer os primeiros metros, já dentro da rocha sã, buscamos alta energia de impacto para acelerar a perfuração. Portanto, máxima pressão. Esta versatilidade somente é possível com os compressores dual pressure", explica. Além de tudo, o uso dos compressores com a tecnologia dual pressure reduz o consumo de combustível, já que este também varia conforme a pressão com que os equipamentos atuam.

“Sem essa tecnologia, a única alternativa era utilizar altas pressões, mesmo sem necessidade, o que consequentemente acarretava em desperdício de combustível”, lembra Neydir.
O baixo custo operacional e o menor consumo de combustível da categoria também são diferenciais destes produtos, que ainda são seguros para os operadores e para o meio ambiente.
Mais informações, contate Marcelo Falchi, Gerente de Produto - Portable Air: 11 3478 8700 ou marcelo.falchi@br.atlascopco.com