Cookies nos ajudam a fornecer o nosso serviço. Ao usar esse site, você concorda com o uso de cookies. Nós não armazenamos nenhuma informação pessoal. Saiba mais.

Imprensa / Notícias sobre produtos e serviços / A automação é a chave para a segurança e a produtividade na mineração

A automação é a chave para a segurança e a produtividade na mineração

2006-12-04

A indústria da mineração continua apresentando um crescimento sem precedentes à medida que a demanda global de minerais e metais atinge níveis recordes. A automação está desempenhando um papel fundamental no processo de produção e preparando o caminho para futuros empreendimentos de mineração.

Rocket Boomer XE3
As operações de mineração subterrânea em processos de produção muito profundos, de acesso extremamente difícil ou com alto grau de periculosidade, são ambientes típicos que tornam a automação e os equipamentos de operação autônoma escolhas óbvias.
 
Atualmente, as mineradoras investem em equipamentos automatizados como uma forma de aumentar a segurança, reduzir o trabalho manual repetitivo e aumentar a eficiência e a produtividade geral.
 
Como um dos principais fornecedores mundiais, a Atlas Copco tem contribuído de forma significativa para o desenvolvimento de grande parte da tecnologia de automação existente na indústria moderna de mineração. Isso inclui tudo, desde sistemas computadorizados de controle e orientação em grandes equipamentos de perfuração subterrânea e carregadeiras até sistemas de controle de perfuração via satélite em carretas de perfuração a céu aberto.
 
Com essas inovações, pretende-se reduzir de forma consistente a exposição humana a ambientes adversos e perigos inerentes ao trabalho, melhorar as condições de trabalho de todos os funcionários que atuam na mineração e, ao mesmo tempo, aumentar a eficiência e a utilização dos equipamentos.
 
O LHD Scooptram ST14, lançado recentemente, é um exemplo típico. Os veículos foram testados na Mina Kristineberg, da Boliden, na Suécia, e na Mina Stobie, da Inco, no Canadá. As unidades vendidas serão entregues a minas na Suécia, no Canadá, em Portugal, no Chile e na Rússia. O design dessa nova carregadeira reduz o esforço físico do operador, aproveitando da melhor maneira a potência disponível. A caçamba penetra nos detritos com mais facilidade e rapidez, ficando sempre cheia, o que, por sua vez, permite um aumento do número de cargas por turno.
 
Esses benefícios em termos de produtividade e segurança são derivados dos sistemas RCS (Rig Control System - Sistema de Controle RCS) e ABC (Advanced Boom Control - Controle Avançado da Lança), instalados na maior parte de seus equipamentos de produção subterrânea Rocket Boomer, Simba e Boltec. O sistema ABC oferece três modelos – ABC Basic, Regular ou Total – que correspondem ao funcionamento manual, semi-automático e totalmente automático. Segundo Jörgen Appelgren, Diretor do Setor de Pesquisa e Desenvolvimento em Automação da Atlas Copco, atualmente, o sistema ABC Total está em maior ascensão, oferecendo um emboque preciso do furo, perfuração e ciclos de detonação mais rápidos. "Desenvolvimentos como esses foram projetados para manter um elevado nível de eficiência e custos baixos para que as mineradoras possam enfrentar os futuros desafios da indústria com confiança", afirma.
 
Casper Swart, Diretor de Linha de Produtos de Sistemas de Automação da Atlas Copco, explica: "Como a maior parte da tonelagem no futuro será extraída utilizando equipamentos mecanizados, a automação faz todo sentido. Porém, o mais importante ainda é o fato de ser cada vez mais difícil encontrar novas jazidas e, quando encontradas, a exploração costuma ser mais difícil e dispendiosa do que antes. Muitas vezes, as minas novas estão situadas em áreas remotas que não são as mais atrativas para recrutar pessoas com melhores qualificações. Para explorar essas jazidas de forma rentável, a automação não será apenas uma opção - será, na verdade, a única opção."

Centro de excelência de Örebro

Quando as minas de Kiruna de propriedade da LKAB, no norte da Suécia, foram mecanizadas nos anos 80, houve um trabalho de cooperação estreita com a Atlas Copco para desenvolver equipamentos e sistemas de perfuração que pudessem ser controlados a uma distância segura da área de exploração. Atualmente, esses equipamentos também funcionam no modo automático durante os turnos noturnos, sem qualquer supervisão.
 
Hoje, Örebro, na região central da Suécia, é o centro de pesquisa e desenvolvimento da Atlas Copco nessa área. Örebro tem uma longa tradição na mineração e foi nesse local que a Atlas Copco desenvolveu o primeiro Rig Control System (RCS), em 1996. Desde então, o RCS se tornou o modelo para aplicações móveis e a plataforma para todas as inovações subseqüentes da empresa em termos de automação.
 
A plataforma RCS e seus módulos associados reduzem consideravelmente o desgaste ao qual os equipamentos e o pessoal estão constantemente sujeitos, tornando as operações mais rápidas, suaves e fáceis de controlar e manter. Além disso, grande parte das comunicações entre os equipamentos atuais é feita pela Internet, via satélite e por telefone, elevando o nível do planejamento da produção e da detecção de avarias.
 
Outros exemplos de progresso decorrentes da automação são os sistemas automáticos de troca de bits, sistemas automáticos de abertura de túneis e o Measure While Drilling, um sistema de registro de características de estratos de rochas que usa a perfuratriz como sensor enquanto faz os furos. Os dados registrados são, em seguida, transferidos para um PC para uma análise mais detalhada, sendo possível fazer uma previsão da interpretação das características geológicas.
 
Casper Swart acrescenta: "Atualmente, estamos dando um foco maior à utilização de tecnologia que forneça uma visualização prévia da realidade. Por exemplo, seria extremamente vantajoso mostrar ao operador da carregadeira, antes de começar a trabalhar, o aspecto dos detritos, mostrar ao operador da perfuratriz o aspecto da jazida antes de configurar o equipamento, mostrar ao técnico de detonação o aspecto do interior do furo antes de carregá-lo com explosivos, etc."
 
Björn Rosengren, Vice-presidente Executivo Sênior e responsável pela área de negócios Construction and Mining Technique da Atlas Copco, resume o espírito da equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da seguinte forma: "Aprendemos que onde quer que se encontrem as atividades de mineração e construção, devemos nos esforçar constantemente para fazer melhoramentos e nunca parar de tentar aumentar a eficiência de nossos clientes."

Para obter mais informações, entre em contato com:
Casper Swart, Diretor de Linha de Produtos - Automação URE 
+46 (0)19 670 76 84 ou +46 (0)70 377 76 84
Hanna Håll, Profissional de Comunicações LHD e Sistemas de Automação
+46 (0)19 670 74 42 ou +46 (0)732 70 62 85

A Atlas Copco Underground Rock Excavation é uma divisão inserida na área de negócios Construction and Mining Technique. Essa divisão desenvolve, fabrica e comercializa uma vasta gama de equipamentos de escavação subterrânea e mineração para várias aplicações subterrâneas em todo o mundo. A divisão concentra-se fortemente no design inovador de produtos e sistemas de suporte pós-venda, proporcionando valor agregado para o cliente. A sede da divisão e o principal centro de produção estão localizados em Örebro, na Suécia.