Cookies nos ajudam a fornecer o nosso serviço. Ao usar esse site, você concorda com o uso de cookies. Nós não armazenamos nenhuma informação pessoal. Saiba mais.

Imprensa / Histórias de aplicações de produtos / O sistema de tubulação de ar comprimido AIRnet economiza energia nas principais fábricas têxteis indianas

O sistema de tubulação de ar comprimido AIRnet economiza energia nas principais fábricas têxteis indianas

2013-12-09

Wilrijk, Bélgica, dezembro de 2013. A Siyaram Silk Mills Limited instalou o AIRnet, um sistema modular de tubulação de ar comprimido da Atlas Copco, em sua fábrica em Tarapur, Maharashtra, na Índia. O AIRnet fornece ar de qualidade até o ponto de uso, além de oferecer economia de energia anual de até 56.000 kWh para a fábrica.

 AIRnet
Fundada em 1978, Siyaram é uma fabricante líder do mercado de fios, mobílias domésticas e confecção. A fábrica da empresa é equipada com o maquinário mais recente para fabricação têxtil. 

Fácil instalação, operação eficiente

A instalação do AIRnet é rápida e simples, pois não é necessária nenhuma soldagem, colagem ou dobragem. O sistema modular do AIRnet de tubos de alumínio anodizado resistente a corrosão são altamente resistentes e contêm autoalinhamento, conexões de polímero totalmente vedadas com anéis O que eliminam qualquer possibilidade de vazamento.

O fator de baixo atrito de alumínio e as conexões perfeitas minimizam as quedas de pressão. Em combinação com o diâmetro interno maior, isso garante alta eficiência. Em conformidade com os padrões industriais, os tubos do AIRnet são pré-pintados de azul (para ar comprimido) ou verde (para gás nitrogênio) para facilitar a identificação da rede. 

Economia de energia e reduções em emissões de CO2

Na Siyaram, o sistema de tubulação AIRnet é conectado a um Compressor de ar isento de óleo ZT 250 de 250 kW da Atlas Copco, que oferece queda de pressão de 0,2 bar, resulta em economia de energia de 3,5 kW por hora. Como o compressor é operado por cerca de 8.000 horas ao ano, a economia anual em consumo de energia será de aproximadamente 56.000 kWh. Além disso, ele reduz as emissões de CO2 em 54 toneladas por ano, o que em 10 anos equivale à plantação de 2.400 árvores.

"Nosso relacionamento com a Atlas Copco tem mais de 20 anos", diz Sr. P. K. Archarya. Presidente sênior (Técnico), Siyaram Silk Mills Limited. "Quando precisamos de ar, ele é sempre fornecido pelos equipamentos da Atlas Copco. Acreditamos na Atlas Copco porque ela é uma fornecedora de qualidade. Seus serviços são excelentes. Ela está à frente de qualquer outra fornecedora e é fácil de contatar. Quando decidirmos expandir ainda mais os negócios, definitivamente usaremos o sistema AIRnet da Atlas Copco."

Para obter mais informações, entre em contato com:

  • Bjorn Leempoels – Gerente de linha de negócios - Serviço
    +91 (0)20 39852313, (M) - +91 9673995487
A Atlas Copco é um grupo industrial que lidera o mercado mundial de compressores, expansores, sistemas de tratamento de ar, equipamentos de construção e mineração, ferramentas elétricas e sistemas de montagem. Com produtos e serviços inovadores, a Atlas Copco oferece soluções para uma produtividade sustentável. Fundada em 1873, com base em Estocolmo, na Suécia, é uma empresa global que está presente em mais de 170 países. Em 2012, a Atlas Copco tinha 39.800 funcionários e receita de 90,5 bilhões de coroas suecas (10,5 bilhões de euros).

A Atlas Copco (India) Ltd. foi fundada em1960 e tem 22 escritórios espalhados pela Índia, com o escritório registrado em Pune. Em 2012, a Atlas Copco (India) Ltd. tinha cerca de 2.500 funcionários e, no período de 1 abril de 2012 a 31 de março 2013, receitas de INR 2 600 cr (MEUR 400). 

Compressor Technique Service é uma divisão dentro da área de negócios Compressor Technique da Atlas Copco. Ela oferece uma linha completa de serviços pós-venda com o objetivo de aumentar a produtividade dos clientes. A divisão visa o fornecimento de peças de reposição, serviço profissional, soluções de monitoramento de ar e conectividade. A sede está localizada em Antuérpia, na Bélgica.